09/04/17

He (Kumarbi) bit his "knees" and his manhood went down into his inside. When it lodged there (and) when Kumarbi had swallowed Anu's manhood, he rejoiced and laughed.

Anu turned back to him, to Kumarbi he began to speak:

"Thou rejoicest over thine inside, because thou hast swallowed my manhood.

"Rejoice not over thine inside! In thine inside I have planted a heavy burden. Firstly I have impregnated thee with the noble Storm-god. Secondly I have impregnated thee with the river Tigris, not to be endured. Thirdly I have impregnated thee with the noble Tasmisus. Three dreadful gods have I planted in thy belly as seed. Thou shalt go and end by striking the rocks of thine own mountain with thy head!"

05/02/17

(...)
And my good deeds grow smaller
and smaller. But
the interpretations around them have grown huge, as in
an obscure passage of the Talmud
where the text takes up less and less of the page
and Rashi and the other commentators
close in on it from every side.

Yehuda Amichai, For My Birthday

23/12/16

coisas (2016)

Ainda ontem dizia a um amigo que o verdadeiro caso de polícia, no caso Inês Pedrosa, eram os livros dela; nepotismo? sou contra, mas só nos casos em que não me favorece. Nota-se aqui um poder de análise, conquanto não se analise o que tem de ser analisado. Escondo este meu talento para precaver a eventualidade de não haver talento nenhum, ou para o caso de ter vontade de ir a algumas festas em Lixboa. 

2016 exigiu muito dos meus consideráveis poderes analíticos. Dividi tudo, divide et impera, em coisas melhores e coisas piores e confesso-me partidário das coisas melhores. O processo é intuitivo, mas sofre racionalizações posteriores que servem para questionar o meu inquestionável bom gosto; chego a algumas conclusões e chego a muitas confusões.

Coisas piores


New Yorker, a coisa levemente irritante que mais me irritou este ano.


O diálogo público, que é mais público do que diálogo. Até metem nojo aos cães.

Todos que disseram que Bob Dylan é o poeta preferido deles. Até digitei um poemeto à propos: filisteus do caralho, filisteus do caralho/ filisteus do caralho, filisteus do caralho.

Muitas pessoas.


Coisas melhores


Patrick Melrose Novels e At Last, Edward St Aubyn.


A vida exagerada de Martin Romaña e Um Mundo para Julius, Alfredo Bryce Echenique.


Sons and Lovers, D.H. Lawrence


A consciência de Zeno, Italo Svevo

Kalevala


Audiolivros, uma das melhores ferramentas que comecei a utilizar quando estou a fazer tarefas menores, e.g., viver a minha vida. 

P’tit Quinquin (tv)


The Thick of it (tv)


Show me a Hero (tv)


The Knick (tv)


The Eric Andre Show (tv)


Norm Macdonald Live (podcast)


Kieslowski, tudo

Louis Malle, tudo

Eustache. tudo

Música Sacra, Palestrina, Josquin des Prez, etc.

Futebol e jantaradas com amigos.

Um casaco que comprei na Zara.

Tabaco Camel.

Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, tem todo o tipo de jornais, catálogo decente, gente simpática, café e bolos baratos, gajas boas, etc.

Algumas pessoas.